• Renata M

Abertura do 1º Curso de Instrução a novos Delegatários tem a presença do presidente do IEPRO-RS




Nesta quinta-feira (04), o presidente do Instituto de Estudos de Protesto do Rio Grande do Sul (IEPRO-RS), Romário Mezzari, participou da abertura do 1º Curso de Instrução a novos Delegatários de Serventias Notariais e Registrais do Estado, que aconteceu na sede da Fundação da Escola Notarial e Registral do Rio Grande do Sul (ENORE-RS), em Porto Alegre.


Na abertura do curso, que contou com 33 participantes, os presidentes das Instituições receberam os novos colegas de profissão e puderam falar sobre as experiências da área que cada um atua. Ao longo dos dois dias de curso, serão abordados os aspectos técnicos, práticos, administrativos e jurídicos aplicados à atividade notarial e registral decorrentes da Consolidação Normativa Notarial e Registral (CNNR), Provimentos e Ofícios-Circulares.


O presidente do IEPRO-RS deu as boas-vindas aos colegas e elogiou o interesse de estarem no curso. “A partir de hoje vocês vão notar que essa é uma atividade muito dignificante. Através da atitude de vocês, de estarem aqui, dispostos a aprender logo no início, demonstra que teremos um grupo de ótimos colegas e isso é muito importante para a oxigenação da nossa atividade”, disse.


Romário ressaltou, ainda, a importância da profissão, que, segundo ele, trabalha para atender as necessidades da comunidade. “Essa integração entre o Tabelião e o Registrador na sua cidade exercendo aquilo para o qual ele recebeu a delegação é um ponto fundamental. Participar das entidades de classe, dos cursos para melhoramento da nossa atividade também são pontos chaves para um bom trabalho”.


O Presidente do Colégio Registral do RS, João Pedro Lamana Paiva, falou sobre a relevância do associativismo para qualquer categoria. “Nós não podemos fazer nada sozinhos. É bom ressaltar a importância da coesão, em um momento tão difícil”. Para Lamana, os novos colegas são parte importante da nossa atividade e nós precisamos fazer a interface entre os mais antigos e os novos, o sangue novo nos anima a continuar trabalhando cada vez mais. Vocês são peças indispensáveis”, disse.



Romário Mezzari fala para os novos Delegatários da área Notarial e Registral


A Juíza Corregedora do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ/RS), Vanise Röhrig Monte, participou da abertura e falou sobre a importância que esse curso tem para a iniciação dos novos Tabeliães dentro da atividade profissional. “É fundamental, para vocês que estão ingressando neste novo trabalho, ouvir as experiências de quem tem o conhecimento prático da atividade. Eu tenho certeza que esse curso será muito proveitoso”. Falou, ainda, sobre as mudanças tecnológica que estão acontecendo e que se deve acompanhar; “A vida atual é extremamente dinâmica, nós enfrentamos hoje a obsolescência de algumas atividades, das práticas, causada pela aceleração do mundo virtual, digital e o nosso trabalho precisa acompanhar isso”.


Guilherme Pinho Machado trabalhou por 25 anos como juiz federal no Estado e estava no curso para se preparar ainda mais para assumir o Tabelionato de Protesto e o Registro de Imóveis em Viamão, na região metropolitana de Porto Alegre. Feliz com a mudança, comemorou a conquista de cerca de oito anos de estudos. “É um desafio que eu dou muito valor, foram muitos anos estudando, me preparando para o concurso, e agora estou pronto para essa nova atividade; com certeza serei muito feliz”, comemorou.


O curso encerra nesta sexta-feira (05) e as aulas são ministradas pelo presidente do Colégio Registral do Rio Grande do Sul e registrador de imóveis da 1ª Zona de Porto Alegre, João Pedro Lamana Paiva, também o presidente da Fundação Enore, Ricardo Guimarães Kollet, e os assessores da Extrajud Cassiano Teló de Lima, Leo Gomes de Almeida e Tiago Machado Burtet.


Estiveram presentes, também, o presidente do Colégio Notarial do Brasil – Seção Rio Grande do Sul (CNB/RS), Ney Paulo Silveira de Azambuja, o presidente do IRTDPJ/RS, Marco Antônio Domingues, o conselheiro fiscal da Arpen/RS, Eduardo Kindel, a tesoureira do Sindiregis, Vânia Maria de Bernardes, o diretor geral da Coopnore, Altamar Mendes Garcia, a diretora administrativa da Coopnore, Deborah Real, o superintendente Matheus Fraga Magalhães e o diretor da unidade da Coopnore de Porto Alegre, Pedro Americo Bulla de Aguiar.



Texto e foto: Renata de Mattos

Fale conosco

O Instituto de Estudos de Protesto do Rio Grande do Sul (IEPRO-RS), associação sem fins lucrativos, tem como objetivo congregar os profissionais dos serviços notariais do Estado, promover debates e pesquisas de interesse profissional que visem aprimorar o sistema de protesto de títulos.

contato@protestors.com.br

51 3062.0745 

Rua Comendador Caminha, nº 300

CEP: 90430-030

Moinhos de Vento | Porto Alegre 

Rio Grande do Sul - Brasil